CACHOEIRA DO ELEFANTE ou… CACHOEIRA DO RIO ITAPANHAÚ

18 abr

Oi gente!

Na falta de novas viagens, o jeito é contar velhas, porém boas histórias!

Com sua beleza e imponência, a Cachoeira do Rio Itapanhaú arranca suspiros de quem passa pela Rodovia Mogi-Bertioga, também pudera, são três belas quedas e a maior delas com mais de 80 metros.

Mais conhecida como Cachoeira do Elefante (Dizem que quando diminui o fluxo de água, uma pedra lembra um elefante – esquisito, nós não vimos nada!), é mais uma grande atração de Mogi das Cruzes. Na verdade, fica um pouco depois da Cachoeira da Pedra Furada e da Cachoeira da Light, do lado direito da rodovia, sentido Mogi-Bertioga.

ONDE FICA???

Bem pertinho,  em Mogi das Cruzes, SP.

  • Rodovia Mogi-Bertioga, km 81

COMO CHEGAR (a partir do centro de São Paulo)???

  • De carro: pela Dutra até o km 204 – próximo ao trevo de Arujá (pedágio R$ 2,30) há o acesso à Rodovia Mogi-Dutra, ou pela Rodovia Airton Senna até o km 44 (pedágio R$ 2,40), há o acesso para a SP 88 – Rod. Prof. Alfredo Rolim de Moura (Mogi-Salesópolis). O centro de Mogi é bem sinalizado e facilmente se chega até a Mogi-Bertioga (SP 98), siga até a balança no km 77, e em um dos dois botequinhos você pode guardar o carro.
  • De condução: trem da estação  Brás até Guaianazes (R$ 3,00) , onde se faz baldeação sentido Estudantes. Descer na última estação e pegar o ônibus Estrada Manoel Ferreira (R$ 3,00) até o ponto final, balança no km 77 da Mogi-Bertioga. Outra opção é a lotação (R$ 10,00) que sai da estação Estudantes e deixa você na entrada da Trilha e o melhor, pode buscá-lo no horário combinado.

 

A TRILHA

São 9 km de descida, e se isso parece moleza, acreditem: moleza e tremedeira  é o estado geral das perninhas quando se chega diante da cachoeira.

Mas trilha boa é trilha difícil, retirada, longa e que exige bastante esforço, pois certamente a recompensa é um lugar paradisíaco, e este é bem o caso.

Com início no km 81, ao lado  da placa “ Trecho de Serra, desça engrenado”, do lado direito da rodovia no sentido Mogi-Bertioga, a trilha é bem marcada e  com declividade bastante acentuada (preparem-se para usar muuuuito o 5º apoio,rsrs!)   em alguns pontos corta-se alguns córregos e riachos e na maior parte do tempo ela desce praticamente colada às margens das quedas da cachoeira, de modo que o barulho da água é a melhor referência de localização.

 Mas nós sempre recomendamos que qualquer trilha  em mata fechada seja feita com o auxílio de guias experientes porque  é seguro e promove a sustentabilidade, outra boa opção é trilhar com quem já foi algumas vezes e conhece bem o local. Na verdade esta é uma trilha bastante conhecida e freqüentada, não raro há várias pessoas acampadas na parte mais baixa do vale, já na base da trilha.

O camping selvagem  é uma experiência interessante e barata, mas também envolve responsabilidades como priorizar a própria segurança e recolher o lixo gerado. Se todos  deixarem  seus resíduos espalhados, em breve será mais agradável visitar o chafariz da Praça da Sé.

 A CACHOEIRA

Duas palavras: MAJESTOSA E VIOLENTA!!! Fomos no período de menor fluxo de água e mesmo assim é muuuita água!

Do lado esquerdo da cachoeira o volume de água é mentor e forma-se  um poço para banho, que segundo depoimentos: é gelaaaaaadíssimo!

E como sempre acontece conosco, o tempo estava péssimo!Claaaaro que se, e somente se, São Pedro  tivesse colaborado, as fotos seriam muito melhores, mas mesmo assim valeu a pena, pelo simples prazer de trilhar, pelas agradáveis companhias e pelo maravilhoso espetáculo da natureza.

A VOLTA

Diz o dito popular que na ladeira todo santo ajuda, mas não nos parece que os padroeiros estejam disponíveis nas subidas, e para voltar da Cachoeira do Elefante há três opções:

GUIA – A opção nº 1 é voltar pelo mesmo caminho.

 NÓS ( CHOQUE) – O QUE??? 9 km de subida? Isso não é uma opção, vamos ficar aqui para sempre!!!!!!!!

GUIA – A opção nº 2 é descer  ± 10 km acompanhando o rio Itapanhaú até o trevo da Mogi-Bertioga com a Rio-Santos e voltar de busão.

NÓS (DEPRESSÃO) – Vamo  aí, pelo menos os santos continuam nos empurrando ladeira abaixo e chegamos mais rápido.

GUIA – Mas temos que cruzar uma propriedade particular e o cara é meio bravo, sempre implica com os trilheiros e parece vive armado.

NÓS  (REJEIÇÃO) – Guia, nós simplesmente te odiamos. Vamos chamar os bombeiros, o 9-1-1, o Ricardo Young…

GUIA – A opção nº 3 é cruzar o rio Itapanhaú e com ± 2 km de subida íngreme, mas muito íngreme mesmo, chegamos no mirante do km 83. De lá voltamos de busão.

NÓS (ACEITAÇÃO) – Senhor guia, seja feita a vossa vontade, mas tirai-nos daqui, amém!!!

O Rio Itapanhaú tem cerca de 1,5 m de profundidade, fundo pedregoso e correnteza bastante forte, seu nível pode variar com as chuvas  e a travessia se tornar muito perigosa.

Brincadeirinha gente! As opções de conclusão da trilha são reais, mas os dialógos não aconteceram porque não fomos guiados. Estávamos em companhia de amigos solidários e extremamente responsáveis, que conhecem muito bem o lugar e tornaram nosso passeio  muito mais seguro.

Ah! Só para esclarecer, gente: claro que não vivemos no Oriente Médio e sabemos que aquele turbante está ridículo, mas era o único jeito de preservar um agasalho sequinho (ou menos molhado) para a volta! ;-P

E para falar a pura verdade, por ± 2 km de subida íngreme, mas muito íngreme mesmo”, entendam: SUPER, HIPER, MEGA, MONSTRO ÍNGREME MEEEESMO!!!  Em alguns pontos há degraus escavados no barranco, em outros alguns troncos de árvores e em outros apenas algumas raízes, então fica mais ou menos assim:

4 ou 5 passos >dói o joelhinho = pára e descansa + 4 ou 5 passos > falta o ar = pára e respira + 4 ou 5 passos …  e assim vai até o mirante, de onde  podemos contemplar toda essa beleza à distância e lançar um último olhar de até breve, quem sabe num próximo fim-de-semana ensolarado.

E vocês? Já foram?

Bjo gente!

Vejam aqui as FOTOS, FOTOS, FOTOS!!!

   

Anúncios

20 Respostas to “CACHOEIRA DO ELEFANTE ou… CACHOEIRA DO RIO ITAPANHAÚ”

  1. Vania 22/04/2012 às 20:28 #

    Adorei o post! Sempre vejo essa cachoeira da estrada, mas não imaginava que ela poderia render uma trilha tão bacana. Quando tiver oportunidade vou experimenta. Só um comentário: conheço essa cachoeira como Xixi do Homem, pois quando criança perguntavamos do carro o que era aquilo na serra e meu pai dizia que tinha um homem fazendo xixi lá encima, aí o nome pegou! hahaha
    Um abraço,
    Vania
    http://www.caminhoprointerior.blogspot.com

    • Juliana 28/04/2012 às 00:44 #

      Vania, bem vinda ao Vem Conosco!
      Muito boa essa história do Xixi do Homem! rs Quando passarmos por lá lembraremos do seu comentário!!! =D
      O estado tem mesmo muitas cachoeiras pra conhecer. Basta procurar! 😉
      Abraço e volte sempre!

    • Flávia 30/04/2012 às 08:58 #

      Olá, Vania!!!
      Neste fds conversávamos sobre essas histórias de criança e uma amiga comentou que seu pai dizia que quando entravam no túnel estavam entrando no “umbigo da montanha”, lembramos da sua história também, rs!
      Vá mesmo, vc vai gostar dessa trilha. Bjo!

  2. Luiz 04/06/2012 às 22:21 #

    O blog ainda vive? Descobri ele hoje e já peguei algumas dicas. Seria interessante alertar sobre o risco com equipamentos fotográficos em algumas trilhas. Um guia sobre Bonito/MS seria bem vindo também!

    Obrigado pelo trabalho com o blog!

    • Flávia 05/06/2012 às 21:02 #

      Oi Luiz! Sim, ele vive muito menos intensamente do que gostaríamos, mas vive.

      Boa idéia abordar o assunto roubo/assalto nas trilhas, vamos bolar um post sobre isso.

      E sim, Bonito é um dos nossos roteiros dos sonhos, com certeza ainda chegaremos lá.

      Obrigada pela visita, volte sempre!
      Bjo!

  3. Luiz 06/06/2012 às 03:34 #

    Flávia, o blog já está gravado aqui, espero que vocês voltem a se aventurar em breve! E um dos motivos pelos quais eu nunca fui no MS é justamente a preocupação com a segurança. Não sei se é besteira minha…

    Sucesso com o blog!

  4. Camila 25/07/2012 às 12:13 #

    Prezados,

    Bom dia!

    Agradecemos que recomende o Decolar.com, porém para seguir as diretrizes do Google pedimos que retire o nosso link de sua página( barra lateral).

    Att.,

    • Flávia 07/08/2012 às 16:54 #

      OK, já retiramos!

  5. Vannucchi 19/11/2012 às 16:36 #

    Esse lugar é demais eu fui e adorei, fizemos a trilha ingrime e voltamos por ela foi demais
    se quiser vir com a Comandos Treinamentos e encher seu blog de aventura é só nos procura ok
    https://www.facebook.com/diego.vannucchi
    https://www.facebook.com/instrutorcicero.instrutorcicero?fref=ts
    obrigado bjos

  6. 30/11/2012 às 10:51 #

    Poderiam informar o que precisa pra se fazer essa trilha, nunca fiz trilha alguma, mas tenho muita vontade.

    custo, se é preciso equipamento, o que levar, essas coisas.

    abraço

    • Flávia 30/11/2012 às 19:13 #

      Oi Jô! Para os iniciantes duas recomendações :
      1-Guia
      2-Guia
      Trilhar e maravilhoso, mas segurança e fundamental!
      Bjo!

  7. Flávia 23/01/2013 às 16:23 #

    Reblogged this on Vem conosco!!!e comentado:

    IMPREVISTOS NA TRILHA – CACHOEIRA DO ELEFANTE (CACHOEIRA DO RIO ITAPANHAÚ)

  8. Jose Francisco Silvestre 24/01/2013 às 13:46 #

    Excelentes opções de turismo!!!!!!!!!!!!!!!!

  9. Thiago Dos Santos Alves 25/12/2013 às 22:41 #

    pode me passa seu facebook, para pode em ajudar com umas duvidas ?

  10. Kaio 07/02/2014 às 10:37 #

    É proibido descer essa trilha?

  11. Douglas Ribeiro 28/09/2014 às 12:23 #

    Olá Pessoal do “Vem Conosco”… Adorei o site de vocês, já seguindo. rs
    Temos uma equipe nova (Macacos Loucos) e estamos querendo descer para a Cachoeira do Elefante. Vocês poderiam nos explicar melhor como poderíamos ir. Pois remos de carro e até poderemos deixar-los em Mogi. Agradeço muito se puder ajudar.

  12. Nunes 07/11/2014 às 11:18 #

    Caramba !!!! Show de bola vc me convenceu este sera meu desafio prometo a mim mesmo… Parabéns muito lindo

  13. Josiana 25/10/2015 às 21:52 #

    Amei essa trilha. Mas tem guia que nos leva a essa trilha ?

  14. Eleine Bostelmann 19/12/2015 às 19:51 #

    Eu fui… Mas nos fomos no caminho até Bertioga… Show!!! Mas além de cruzar a propriedade privada, também tivemos que cruzar o rio com cordas… Rs… Adorei

  15. Tamiris 10/06/2016 às 00:42 #

    Essa cachoeira é realmente incrível!!! Sou apaixonada por ela. Um belo presente de grego hahaha sofri muuito pra voltar. Eu só conseguia dizer: Podem me deixar aqui, eu vou ficar bem hahahha, Falta ar, falta força nas pernas e nos braços mas a vontade de chegar na estrada de novo é maior hahah. Amo demais. amei a página, está de parabéns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: