Casca D’Anta – Uau!

1 nov

Quando começamos essa viagem, sabíamos que muita coisa ia ficar para trás. São dezenas de cachoeiras, mirantes, rios e maravilhas que estão lá para serem vistas e amadas.

Se alguém nos perguntasse quanto tempo deveria ficar no parque, nós diríamos “uns 30 dias”. Talvez porque nosso desejo seja esse: ter 30 dias para explorar cada pedacinho desse paraíso! 

“Chapadão da Canastra”

“Canastra” é como chamava-se antigamente um tipo de baú antigo, daí o nome da serra, e do parque. O principal acesso à parte baixa do parque é feito por São José do Barreiro: partindo de São Roque de Minas, são 37km até S. José, mais 5km até a entrada do Parque. A estrada estava boa e não tivemos problemas para a chegar à entrada do parque – porque não havia chovido ;).

Chegando à entrada do parque, pagamos R$ 9 por pessoa pra entrar. O Parque tem quiosque para piquenique e banheiros; a trilha é fácil e bem marcada – chegamos em uns 15 minutos à parte baixa.

E eis que fomos surpreendidos novamente! 

Na foto, não dá pra ter exata noção da grandiosidade, mas vocês  podem tomar como referência às pessoinhas 😉! Amamos! 😍😍😍

Quando estávamos admirando essa maravilha, começou a chover. E muito! Mas quem liga, né?!

Foi um dia maravilhoso!

De noite, jantamos no restaurante que o moço da pousada recomendou: Zagaia. Comemos um Tutu à Mineira por R$ 70, para 3 pessoas. 

E depois da caminhada, chuva, maravilhas e comida ótima , dormimos felizes e cansados no nosso segundo dia! 😙

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: