Aventuras Especiais

23 set

Para todos, sem excessão

Para todos, sem excessão

Olha que coisa  maravilhosa gente: vocês sabiam que existe ecoturismo para Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais – PPNE? Não é o máximo??? Nós não sabíamos!!! Descobrimos lá no Parque Estadual do Jaraguá,  fazendo a Trilha do Silêncio, que é totalmente adaptada para atender PPNE. A trilha é praticamente plana, possui corrimão e  rodapé,  placas em braile com informações sobre a fauna e flora local e certamente é mais fácil para um cadeirante percorrer essa trilha do que qualquer calçada da cidade.

Acessibilidade

Acessibilidade

No mesmo parque há uma outra trilha sendo adaptada para atender às necessidades deste público especial , a Trilha da Bica, que já está fechada há 5 meses.

Ficamos realmente sensibilizados com essa iniciativa porque olha que a gente se mete em tanto mato, trilha, caverna, montanha, pedreira e etc. sem nunca ter visto nada parecido, daí resolvemos pesquisar o assunto e olha isso: na verdade o Decreto Federal 5296 de 02/12/2004 estabelece que até dezembro/2008 todas as  empresas, comércio e órgãos públicos deveriam estar totalmente adaptados a garantir a acessibilidade de pessoas com deficiência ou  mobilidade reduzida. Obviamente isso inclui parques estaduais e unidades de conservação.

Inclusão

Inclusão

Sim, sim! Nós sabemos que quase um ano depois de o decreto se fazer obrigatório essa acessibilidade não está garantida, que há uma grande tendência nacional a identificar os direitos dos cidadãos  como oportunidades de negócios,  mas sejamos otimistas: tá no caminho!!!

  • Eldorado-SP já desenvolve um plano de Exploração Adaptada para a Caverna do Diabo (13) 3871-1552 ou (13) 3871-1759
  • Em Foz do Iguaçu-PR, todas as trilhas do Parque Nacional do Iguaçu são acessadas também por rampas ou elevadores e há  infraestrutura adequada às PPNE – 0800.451516 ou (45) 3521-4400
  • Em Bonito-MS todas as atividades oferecidas ao público em geral também são voltadas aos portadores de necessidades especiais: rapel, tiroleza, flutuação no rio Sucuri, rafting  e por aí vai …(67) 3255-1449
  • O Parque dos Sonhos em Socorro-SP, reune infraestrutura para a realização de atividades por PPNE em árvores, cachoeiras, rios e montanhas – (19) 3955-2870

Além disso  algumas instituições desenvolvem projetos direcionando a prática dos esportes de aventura como forma de reabilitação:

  • ONG Aventura Especial – são oferecidos cursos de capacitação de monitores e guias para PPNE, cadastramento de voluntários, parcerias com secretarias municipais para o desenvolvimento do ecoturismo adaptado, palestras de motivação e a realização de muitas outras atividades.

Fundada por um grupo de amigos dispostos a vencer suas próprias limitações, a ONG tem caráter social, sobrevivendo de                    doações e promovendo eventos gratuitos. Nas páginas do site é possível obter indicações de roteiros, operadoras especializadas, monitores,  guias e voluntários, além de ter acesso às histórias reais de pessoas que encontraram no turismo de aventura motivo para não desistir.

  • Surf Especial – Projeto Mão na Borda, ensina surf adaptado na Praia da Baleia, em Ubatuba-SP, desenvolve projetos em parcerias com empresas e órgãos públicos. Fundada por um surfista que não renunciou ao seu esporte mesmo depois de um acidente automobilístico, busca a aproximação do PPNE dos esportes de aventura, além do desenvolvimento de atletas e criação de grupos e categorias do esporte adaptado.
Superação
Superação

Olha bem ess essa foto gente! Você  aí que tem plena capacidade sensorial, cognitiva e intelectual (etc, etc, etc…), que possui pernas e braços perfeitos e a quem não falta nem uma unha do dedinho, fala sério: será que assim como nós, você não fica nem um pouquinho envergonhado dos seus dramas e medos?

Nós estamos morrendo de vergonha!

Bjs!

Anúncios

2 Respostas to “Aventuras Especiais”

  1. Denise Vasconcellos 15/08/2010 às 20:20 #

    Senhor Responsável,
    Sou aluna do curso de Pedagogia da UFRuralRJ e gostaria de obter informações sobre ecoturismo para PPNE, como fazê-lo e as adaptações necessárias. Eu desejo realizar no Campus da Rural, mais especificamente no Jardim Botânico, uma trilha para PPNE, como forma de permitir o acesso às questões ambientais.
    Desde já agradeço,
    Denise Vasconcellos

    • Flávia 16/08/2010 às 13:19 #

      Oi Denise! Parabéns, sua iniciativa é muito legal.
      Infelizmente não temos outras informações além dessas postadas acima, mas nossa sugestão é que vc entre em contato com esses parques e peça para eles te ensinarem o caminho das pedras. Se você tiver uma proposta avalizada pela facul talvez seja possível firmar um convênio com o ministério do turismo, dá uma olhada lá http://www.convenios.gov.br.
      Boa sorte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: